Como conduzir da melhor maneira uma entrevista de desligamento?

As entrevistas de desligamento são um importante instrumento de análise da organização, permitindo descobrir problemas e pontos de melhoria que, muitas vezes, não são revelados pelos profissionais enquanto pertencem ao quadro da empresa.

Como qualquer processo, a entrevista de desligamento precisa ter um padrão que atenda as necessidades da empresa e que seja um momento para que o profissional – que se desliga da empresa, tenha a oportunidade de se colocar e levar uma boa imagem da organização.

A entrevista de desligamento precisa ser conduzida por um profissional que saiba ouvir, fazer perguntas e acolher as opiniões e sugestões que serão fornecidas pelo colaborador que está se desligando.  O profissional que conduzir a entrevista de desligamento deverá ter os seguintes cuidados:

  1. Tomar ciência, antes da entrevista, do motivo de desligamento do profissional. Exemplo de tipos de desligamentos:
  • Demissionário (pediu demissão);
  • Demissão (demitido pela empresa);
  • Aposentadoria;
  • Término de Contrato (de Trabalho, de Estágio).
  1. Motivar o profissional para que ele dê uma opinião sincera a respeito de como percebeu a organização, pontos fortes e falhos. O colaborador que se desliga possui uma visão interna privilegiada de todos os processos da empresa e, por conta disso, é possível dar informações sobre falhas de gestores e de processos também.
  2. Identificar as causas do desligamento por parte da empresa ou por parte do funcionário. Exemplo:
Motivos da Empresa Motivos do Profissional
§  Redução no quadro de pessoal

§  Falta de comprometimento

§  Falta de atualização profissional

§  Valores do profissional que não coincidem com os valores da empresa

§  Desempenho abaixo do esperado

§  Falta de competência emocional

§  Falta de capacitação técnica para acompanhar novos processos tecnológicos

§  Mudança de estratégia com nova estruturação e perfil da área

§  Justa causa

 

§  Ambiente de trabalho ruim

§  Condições de trabalho ruim

§  Problemas de relacionamento com o gestor

§  Problemas de relacionamento com colegas

§  Falta de perspectivas profissionais

§  Falta de desafios e de desenvolvimento

§  Oportunidade no mercado em empresa concorrente

§  Oportunidade no mercado em empresas não concorrentes

§  Mudança de área ou função

§  Remuneração insatisfatória

§  Mudança de endereço (próprio ou do local de trabalho)

§  Plano de benefícios insatisfatório

§  Realidade diferente do prometido na contratação

§  Financeiro para levantar FGTS9

  1. Ter um roteiro prévio com perguntas e com alguns indicadores para extrair a opinião e a avaliação do profissional a respeito da empresa. Exemplo de indicadores:
  • Ambiente de trabalho (clima)
  • Relacionamento com o gestor
  • Relacionamento com os colegas
  • Condições ambientais (instalações, recursos, segurança)
  • Oportunidades de crescimento na empresa
  • Atualização / desenvolvimento profissional
  • Realização com o trabalho que executa
  • Reconhecimento pelo gestor / empresa
  • Remuneração recebida
  • Benefícios recebidos
  • Comunicação interna
  • Justiça (na remuneração e nas promoções)
  • Colaboração entre as áreas
  • Estrutura do cargo e funções desenvolvidas
  • Acessibilidade aos superiores hierárquicos e ao RH
  • Imagem da empresa
  • todas as informações fornecidas.
  1. Ter habilidade para fornecer apoio emocional ao profissional, principalmente no caso dele ter sido demitido pela empresa.

Enfim, a entrevista de desligamento irá lhe fornecer insumos para que você avalie:

  • O processo de recrutamento e seleção da empresa, ratificando e/ou retificando suas fontes;
  • A estruturação e qualidade do perfil de cargo, ampliando ou retirando responsabilidades e pré-requisitos funcionais;
  • A retenção de profissionais nos quadros funcionais da empresa;
  • A habilidade do gestor em desenvolver, empoderar e interagir com seus profissionais(fatores de motivação).
  • A capacidade da empresa em oferecer as condições materiais, técnicas e estruturais necessários para o desempenho do cargo ( fatores de manutenção)

Pra finalizar é importante comentar que todos os dados das entrevistas de desligamentos devem ser tabulados e processados, gerando relatórios de análise sobre a eficácia ou não da empresa na retenção e/ou contratação de talentos. Esses  relatórios deverão ser transmitidos a todo o corpo de gestores que deverão, de tempos em tempos, analisar o que deverá ser modificado e/ou mantido para que a empresa possa reter o seu conhecimento através da permanência do seu quadro funcional.