Plano de Sucessão: como inserir em sua empresa?

Plano de Sucessão: como inserir em sua empresa? Plano de sucessão é uma estratégia que objetiva passar as atividades de um cargo estratégico para os colaboradores mais qualificados para assumir tal posição. Esse modelo garante que cargos importantes não sofram alterações negativas com a saída de funcionários, o que garante o bom funcionamento da empresa.

Um Plano de Sucessão bem estruturado leva diversas vantagens não apenas para a empresa, mas também para os colaboradores. Confira alguns benefícios:

· Entender que a empresa está planejando oportunidades futuras reforça o desenvolvimento de carreira e a satisfação dos colaboradores;

· A liderança consegue manter um controle melhor da qualidade e das competências dos funcionários, para que as posições possam ser preenchidas internamente quando surgirem oportunidades;

· Com o planejamento de sucessão, a liderança e os funcionários estão mais aptos a compartilhar os valores e a visão da empresa;

· Oferece perspectiva de crescimento na empresa e garante que os talentos sejam reconhecidos.

Etapas para Plano de Sucessão

Um bom Plano de Sucessão, conta com algumas etapas cruciais:

Confira os detalhes:

– Definição do Plano: o objetivo do Plano de Sucessão é gerenciar os possíveis sucessores das posições críticas e / ou estratégicas mapeadas da organização, e manter atenção para o surgimento de novas posições em função de mudanças tecnológicas e de cenários em que a empresa está inserida.

– Identificação de cargos: quais são os cargos críticos e estratégicos que a empresa possui? As posições críticas e / ou estratégicas são aquelas de difícil reposição, cujos ocupantes desempenham funções ou possuem conhecimentos que podem colocar em risco o funcionamento da empresa. Uma posição é caracterizada por um cargo existente em uma área do organograma.

– Elaboração do Plano: Cada posição terá informações sobre o nível e qualidade do desempenho e da bagagem profissional do atual ocupante (pode ser mais de uma pessoa ocupando o mesmo cargo) e dos possíveis sucessores escolhidos pelo RH.

– Ferramentas:

Perfil atualizado dos Cargos Críticos e Estratégicos contendo: descrição de responsabilidades, principais desafios, nível de responsabilidade, qualificações requeridas (conhecimentos, formação, experiência, certificações, perfil, etc), competências comportamentais necessárias (ligadas ao negócio);

Avaliação de Desempenho: das metas e competências ligadas à função;

Avaliação de Qualificações: bagagem dos cargos críticos e estratégicos X bagagem dos profissionais (ocupantes e sucessores);

Trilha de Desenvolvimento: conjunto de ações de desenvolvimento que aceleram e garantem a entrega de resultados esperados do profissional no cargo;

Sistema Informatizado: um sistema que organize e sistematize todas as informações relativas à gestão de talentos da empresa: avaliação de desempenho, avaliação de qualificações, trilha de desenvolvimento, perfil do cargo, histórico de desenvolvimento dos profissionais, etc.

Para ter sucesso no Plano de Sucessão, é essencial que os profissionais da empresa estejam preparados, caso contrário serão encontrados muitos desafios e adversidades pelo caminho da empresa. Quer implantar um plano de sucessão eficiente em sua empresa? Clique aqui