Avaliação de desempenho: trabalho em conjunto entre RH e gestores

A necessidade de integrar os resultados da empresa e buscar assertivamente os objetivos estratégicos intensifica a parceria que RH deve manter com todos os gestores da empresa.

Cabe ao RH desenhar ferramentas que levem as pessoas a atingir a Visão da empresa através do seu desempenho e de suas competências comportamentais. Para que isto aconteça é necessário que os gestores entendam que é preciso deixar de se preocupar somente com os processos e passem a ser gestor de pessoas.

Um dos programas que exige intensamente que essa parceria se faça muito presente é o Programa de Avaliação de Desempenho.

Uma das finalidades da área de RH é alinhar todas as práticas de gestão de pessoas aos objetivos estratégicos da empresa e, para que isso aconteça, ela precisa contar com a participação efetiva de todos os gestores na criação, aplicação e manutenção de todas as ferramentas que for aplicar.

No caso da Avaliação de Desempenho, os gestores devem ser convidados e sensibilizados a participar ativamente dessa implantação porque cabe a eles especificar exatamente quais são os comportamentos que esperam e que necessitam que os colaboradores apresentem para que os objetivos estratégicos possam ser alcançados com maior eficiência e sustentabilidade.

Infelizmente, muitas empresas encaram o processo de avaliação de desempenho como uma responsabilidade que deva ser construída e executada somente pela área de RH, cabendo aos gestores apenas preencher a avaliação. Depois o próprio RH tabula os resultados e pronto – está implantado o processo. Porém, as coisas não funcionam bem assim.

O programa de Avaliação de Desempenho deve ser construído de forma bastante aderente as necessidades dos gestores da empresa para que não deixe de apresentar resultados práticos e/ou não tenha a credibilidade arranhada por não agregar valor à performance dos profissionais.

A implantação da Avaliação de Desempenho precisa estar atrelada as estratégias principais da empresa e isto só será possível com o envolvimento total dos gestores. A Liderança, no papel de Avaliador, é responsável por 70% do sucesso ou insucesso de um Programa de Avaliação de Desempenho. É o gestor que dá credibilidade e será o agente de mudança dessa ferramenta de gestão.